quinta-feira, 1 de janeiro de 2009

84a São Silvestre

Como descrever o indescritível? Faltam palavras... o que vem abaixo não será capaz de demonstrar a emoção de participar dessa corrida. É um sonho de criança que se realiza. No Brasil, não existe nada igual. São Paulo está de parabéns!

Sai do RJ na companhia do amigo Paulo Massa para nossa primeira aventura de corrida em terras paulistanas. Chegamos na cidade por volta das 9h, o vôo super tranquilo e vazio e no aeroporto já estava a nossa espera o Guilherme Maio. Dali partimos para a Av. Paulista, palco da festa. Impressionante como a cidade respira essa corrida. No trajeto minha impressão de São Paulo mudou...imaginava uma cidade cinzenta, repleta de concreto, mas estava enganado e adorei a cidade. Paulo foi se concentrar para a prova, e eu na companhia do super guia turístico Mr. Maio fui bater perna na cidade. Eis que se junta a dupla o carioca mais paulista Leo Hacidume e pernas pra que te quero.

Você conhece uma cidade através do seu povo, e nada mais povão do que mercado municipal. Ali você encontra os produtos típicos do local. Sempre que vou a uma cidade o primeiro lugar que vou visitar é seu mercado público. O de São Paulo me impressionou pela organização, por sua arquitetura interessante e pelo alto nível dos feirantes. Coisa chique!! Olha que eu já visitei muita biboca nessas andanças pelo Brasil, e adorei o mercado de São Paulo. E como já sabia da fama do super sanduba de mortadela, não poderia deixar passar em branco a visita. Guilherme é Highlander como eu e encarou também... já o Leo Hacidume preferiu não arriscar.


Podem acreditar, depois desse lanchinho, fomos encontrar com o pessoal para almoçar. Fomos a uma cantina, fazer o carbo-load para a prova. Ali finalmente a Mayumi saltou da tela do computador! Contamos muitas histórias, rimos muito! Fui presenteado por ela com uma faixa japonesa. A Mayumi disse que ali estava escrito Vitória, daí eu a guardaria para a ocasião apropriada.. ai eu perguntei, mas se eu colocar de cabeça para baixo, vira derrota?? Muitos risos kkkk. Como é bom estar cercado de pessoas com bom humor e alto astral!! A Mayumi e o Leo são sensacionais nesses quesitos. Mayumi, vai se acostumando com o Leo, cara, ele fala muito cara, entende cara, e ele gosta de zoar com nossa cara, saca cara. Bem gente, visitem a Brigadeiro 3750 kkk! No final do almoço chega o Hideaki, outro que saltou do computador e que tive o prazer de conhecer. Hideaki, não tive tempo de aprender a técnica de ir correndo para o trabalho sem suar! Vai ficar para um próximo encontro.


Saimos da cantina por volta das 14h, e ainda fomos a um café...como se come em SP!!! Nesse ponto eu já estava com uns 3 quilos a mais no lastro. Nos despedimos momentâneamente, e fomos arrumar as coisas para a corrida, afinal foi para isso que estávamos ali né?

Às 16:20 eu e o Guilherme conseguimos chegar a Paulista. Na confusão para encontrar um caminho para entrar na pista, eis que vejo o Regis, já super aquecido e indo se posicionar na elite. Foi um grande prazer te encontrar ali Regis, pena que não nos encontramos depois. Encontramos novamente nossos companheiros, agora já alinhados na muvuca para a largada.



Passamos no pórtico com uns 15 minutos após a largada, e ainda tinha muita gente atrás da gente. Não vi o tapete inicial, nem a placa do km 1. Não demorou, a Paulista ja tinha acabado e estávamos já descendo a Consolação. Grande descida, e segui a dica da rapaziada de segurar ali. Olho lá pra baixo da descida e quanta gente, um mar maravilhoso de corredores. O Leo ficou para trás e segui na companhia da Mayumi o tempo todo. Passou o segundo, o terceiro km e estávamos mantendo o pace de 6min/km. Muitas figuras fantasiadas, muitas mesmo! Quanta alegria. Passa o Copan, e depois, na esquina da Ipiranga com São João, todos cantam a música Sampa. Foi sensacional fazer o côro "Alguma coisa acontece no meu coração..." com aquela multidão de corredores e o público. Chega o primeiro posto de hidratação e tinha água gelada. Pego na última baia e saio do tumulto. Ao longe avisto a primeira lomba, subida do minhocão. Ali estava completamente rouco, era pura emoção ver o público nos prédios acenando. Nessa subida vi que a Mayumi é do ramo. Excelente técnica de subida. E ela contava que era na subida que tirava a diferença e passava a galera! No alto do elevado, do último andar de um prédio, eis que uma candidata a cantora num videoquê manda um "Alô galera de cowboy" completamente desafinado na tentativa de animar a galera e recebe uma vaia monumental! Trechinho chatinho de muitas subidas camufladas o do minhocão. Somos ultrapassados pelo clone do pelé, que figura! O tempo estava muito agradável, no entanto a Mayumi toda hora reclamava do calor! Você não sabe o que é calor Mayumi, São Paulo estava clima de montanha. Quando vir correr no RJ ai sim você pode dizer que sentiu calor.

Na descida do elevado, me lembrei da prova da Garoto em Vitória. Muita gente na rua fornecendo um banho de mangueira mas o melhor da prova estava por vir...estávamos na virada para o retão do terminal da barra funda. Ali vejo sentado no meio fio um pai, com uma criança especial deitada ao colo. O sorriso daquele garoto me encantou. Estou com ele na memória até agora, e a SS valeu por si só por aquela imagem de criança feliz. Ele estava contagiado pela alegria de tantos corredores, para mim, ali foi o clímax da prova, entre os kms 7 e 8. Aquela reta interminável custando a passar, lombas e mais lombas, e vamos ao som dos grupos de corredores dos bombeiros cantando. Passamos pela senhora Mitiko, que estava correndo muito!! Parabéns!

Chegamos ao centro histórico da cidade, coisa linda de se ver! Ali quem nos acompanha é o Paulo Massa e o Leo Hacidume. Suplico um gel ao Paulo, pois tinha esquecido de trazer e já estava com as pernas meio bambas. Largo de São Francisco, viaduto do chá, faculdade de direito, e tome subida! Um baita temporal ameaça cair...seria a glória subir a Brigadeiro com chuva na terra da garoa. Eis que a temida subida se inicia. Conferi nas placas de esquina e ali constava a temida string "Brigadeiro". A força do público é sensacional. Olho para cima para ter uma noção da coisa e não via fim...muita gente subindo. Hora de olhar para o chão e usar todas as técnicas de subidas aprendidas. A Brigadeiro é traiçoeira, e pega muita gente. Cheguei a dar uma rateada, manja quando o carro chaveia do gás para gasolina? Estava sentindo uma dor no baço, mas liguei a tração e mandei ver! Enfim, subida conquistada! Virada da Paulista e agora restava curtir aquele momento final. Que público fantástico...não vou falar...deixa o vídeo falar por mim.

video

Após cruzar a chegada, saco a faixa japonesa e a Mayumi a coloca em mim. Vitória!! Que ano sensacional. São Silvestre é festa, é corrida para celebrar. Fechei com 1:42:23 e muito feliz.



A prova é simplesmente fantástica! A Yescom foi impecável. Retirada da medalha (lindona) super tranquila, sem fila nenhuma. Na minha modesta opinião, por ser uma prova internacional, faltou apenas a blue line marcando o trajeto...mas o público fez o papel da blue line! Foram 15km sempre com gente em volta te aplaudindo. Nunca vi isso em lugar algum! Agora é curtir!! Isso é fechar uma temporada com chave de ouro.



Agradeço especialmente ao Guilherme pela hospitalidade. Cara, você foi um irmão. Espero poder retribuir a altura quando você vir ao Rio. Conte comigo!! Há muito tempo planejávamos essa estréia e foi impecável. Valeu mesmo!! Muito obrigado!



Voltarei com certeza nessa festa do corredor! Para quem ainda não teve essa oportunidade, planejem, pois é uma experiência única!! Um excelente 2009 para todos, repleto de saúde e boas corridas!!



31 comentários:

  1. Experiência inesquecível ter corrido aqui em SP com os amigos de SP e do Rio!!

    Fizeram boa viagem, Hoffmann?

    Em 2009, vamos planejar novas conquistas fora do Rio!!

    Abração!!

    ResponderExcluir
  2. Ontem, meu camarada Ricardo, logo depois de termos assistido a corrida pela TV, a Janete me perguntou exatamente em que momento eu tinha ficado com vontade de estar lá. Depois de uma temporada de corridas cansativa, que me deixou no bagaço e consciente de ter tomado a decisão certa, a de descansar, respondi a ela que em momento nenhum.

    Sou obrigado a retificar. Depois de ler esse seu relato fantástico e de ver nessa foto tanta gente boa, que eu aprendi a respeitar e admirar, realmente bateu arrependimento de não ter ido. A sensação é de ter ido embora antes do final da festa e perdido o melhor dela.

    Você está de parabéns pela maneira como encarou essa prova, que é realmente muito mais uma celebração do que uma corrida de rua, por tudo e também apesar de tudo o que você mencionou no texto tão bem escrito. São momentos como esses que você descreveu que tornam a corrida tão especial. Fosse só um esporte ou atividade física, não teria assim tanta graça.

    Em julho tem mais, se não antes. Vamos reunir essa galera toda e, tomara, ainda mais gente, pra mais uma grande festa. Nessa eu não falto, de jeito nenhum !

    Um grande abraço e um ano novo de saúde, alegria e muitas realizações.

    ResponderExcluir
  3. Amigo Hoffman parabéns por ter concluido o seu sonho de criança mandou muito bem hein, olha vc tá que nem o FÁBIO NAMIUTI detalhou tim tim por tim tim toda a sua saga na S.SIlvestre é isso ae, se vc gostou tanto da hospitalidade dos amigos blogueiros diga eu eu também gostei quando tive na prova do bar do mané em guaratinguetá no mes de novembro a Mayumi como sempre distribuindo presentes gente finissima e como ela disse para mim também e digo para vc com certeza foram muitos amigos que sairam da tela do computador, olha eu não sei se e vc o Julio Cordeiro de Recife foi a um encontro de corredores blogueiros e tava a mayumi, guilherme, leo e outros corredores vc não foi ao encontro ou foi vc que tirou a foto, pq na foto vc não aparece. Bom eu corri S.Silvestre 4 vezes quando era 15 mil corredores pelo que vi na tv com 20 mil corredores e ainda mais com a yescom ficou pior ainda quando dar a largada fica muito dificil de passar pelo pórtico de largada. Bom meu amigo eu não corri a S.Silvestre mais corri ontem também a subida do mendanha aqui no Rio e foi muito bom pq além de conhecer mais 2 amigos virtuais a corrida é gratuita com direito a camiseta, medalha, mesa de frutas e churrasco, pena que vc foi correr a S.Silvestre e esta corrida é boa pq tem um diferencial muito bom, vc só ganha a medalha se subir meu amigo, pois é a medalha é distibuida lá em cima do morro.
    Uma coisa que notei vc saiu da ACORUJA, pois tenho visto vc correndo com a blusa da Araribóia Runners!!!
    Valeu meu amigo desejo um bom ano para vc e ve se aparece também no meu blog que vc tá sumido de lá...rsss...

    Um forte abraço,

    JORGE CERQUEIRA

    ResponderExcluir
  4. Meu amigo, seu relato ficou espetacular... me senti correndo com você em cada linha deste ótimo texto.

    Esta corrida é realmente uma celebração... este é o espírito correto !!! é o Reveillon dos corredores !!

    Parabéns !!! Feliz 2009 !!!

    ResponderExcluir
  5. Ricardo,
    Parabéns pelo texto !
    Muito legal a maneira sadia com que você encara a vida e as corridas !
    Congratulações !
    Sempre que vier para SP, conte conosco !
    Muito obrigado por sua agradável companhia e quem deve agradecer sou eu e não você.
    Grato,
    Ass.: Guilherme.

    ResponderExcluir
  6. Parabéns pela prova/confraternização, pelo relato e pela coragem de encarar aquele sanduíche de mortadela pouco antes da corrida, risos.

    ResponderExcluir
  7. Ah, e se vocês são "railanders", imagina então quem comeu um sandubão desses com mais um montão de queijo no meio. Não vou contar quem fui ...

    ResponderExcluir
  8. Hoffmann,

    meu amigo muito obrigado por ter me incentivado e colocado pilha para que eu fosse nessa corrida, e também na da Garoto no ano passado.

    Espero que em 2009 possamos correr juntos em outras oportunidades, quem sabe indo até mais longe do que SP, quem sabe até em outro país!

    Dá pra correr com a câmera tranquilo! Os nossos vídeos pegam duas visões do mesmo momento, sensacional!

    Um grande abraço,

    Paulo Mass
    http://www.e-corredor.com.br

    ResponderExcluir
  9. Parabéns amigo Ricardo.
    Fantástico relato, que me encheu de "inveja" e vontade de um dia poder lá estar em SP.
    Quanto à "sanduiche de mortadela" é absolutamente impressionante. Aqui, a mesma quantidade de mortadela daria para fazer, no mínimo, 30 sanduiches, eheheh.
    Desejo-lhe um ano de 2009 cheio de saúde e de grandes aventuras no mundo das corridas.
    Grande abraço.
    FA

    ResponderExcluir
  10. HOFFMANN, gde amigo, que relato maravilhoso, olha foi u gde prazer qdo vi vc na paulista, pena não termos conversado mais,mas não faltará oportinidades, qdo vier em sp de novo avise-me, precisamos colocar os papose ddia segue um abc. e feliz 2009.Regis

    ResponderExcluir
  11. Amigo Ricardo
    foi a melhor maneira de terminar o ano, "A" São Silvestre.
    Excelente relato, para nós, aqui no outro lado do Oceano, ficarmos ainda mais com mais pena de não esatrmos aí...
    Abraço,
    António

    ResponderExcluir
  12. Olá, a Lifewave distribui adesivos de energia, acunpuntura em forma de nanotecnologia. Para você que é atleta, você pode adquirir energia extra para suas atividades. Se quiser informações, entre em contato em http://flavio-lifewave.blogspot.com . Obrigado pela atenção e um feliz ano novo.

    ResponderExcluir
  13. Com certeza Leo! Agradeço sua companhia nessa aventura. Foz do Iguaçu está no papo em Julho. Agenda essa que será no dia do meu aniversário!

    Namiuti, entendo essa sua sensação de ter ido embora antes da festa acabar. Você e a Janete fizeram falta ali. Que tenhamos muitas oportunidades nesse 2009 que se abre. Nos veremos antes de Julho com certeza. E sobre o Sanduba...você é nosso faixa preta!! Matar um daquele ainda com queijo só mesmo para mestres Jedi na arte. Ainda sou Padawan. kkk

    Jorge, obrigado pelas palavras. Segui suas dicas e não me dei mal. Valeu!! Não sai da ACoruja!! As amizades vão surgindo e vamos literalmente vestindo as camisas. Eu estava no mesmo almoço que o Júlio, de frente para o Leo e a Mayumi, o Peter me escondeu. Abração!

    Wlad, você também abandonou a festa antes do bolo. Fez falta! Que possamos correr muitas juntos nesse 2009. Abração.

    Guilherme, você foi 10!! Parabéns pela ótima estréia na SS. Com uma hospitalidade dessa, voltarei sempre!! Conte conosco aqui no RJ e muito obrigado!

    Valeu Marcio, o sanduba fez a diferença na Brigadeiro! Recomendo a todos esse isotônico de mortadela.

    Paulo, foi muito bom mesmo!! Mais uma aventura fora do RJ, e que possamos ter várias outras em 2009. eu penei com a câmera, pois fiquei com ela o tempo todo na mão. Aquela parada que vc estava na cintura foi o diferencial! Irei adotá-la. Muito obrigado pelo Gel!! E você estava muito bem preparado, parabéns!! Subiu a Brigadeiro como gente grande. Abração.

    Fernando, obrigado pela mensagem e por sempre passar por aqui. Combine com os amigos portugueses e venha para a festa em 2009, será um grande prazer tê-los aqui conosco.

    Regis, deixa comigo. Se tudo der certo, em abril estarei correndo a 1/2 da corpore ai em SP novamente.

    António, como disse ao Fernando ai em cima. Organizem em 2009 e venham!!! A Júlia vai adorar conhecer a Vitória!

    ResponderExcluir
  14. Hoffmann:
    Fiquei aliviada em não ter lido aqui que eu segurei o ritmo de vocês! Rsrs. Ninguém aguenta correr no meu ritmo lento, não! Mas, pelo jeito, vocês estavam a fim de curtir a paisagem, né? A SS foi muito boa para mim este ano, pois tive a companhia de todos vocês! Cruzar a linha de chegada de mãos dadas em 4 coredores foi inédito para mim! Que venham as outras provas, mas nas outras, podem ir na frente, só voltem para me pegar, viu? Rsrs. Foi um prazer te conhecer! Um grande abraço!

    ResponderExcluir
  15. Mayumi, aquilo ali é nosso ritmo mesmo! Somos da Irmandade dos pangarés esqueceu?? O Guilherme, que foi expulso da instituição, largou a gente pra trás, mas nós somos fiéis a classe até o fim. Foi muito bom!! Até as próximas. E venha conhecer nosso caldeirão no RJ!

    ResponderExcluir
  16. Estou cansado só da leitura, que fiz com enorme prazer. Grande relato. Talvez um dia aí ponha os pês. Quem sabe na 100ª, com 57 anos.
    Abraço.

    ResponderExcluir
  17. Hoffmann,
    Parabéns pelo relato. Realmente foi emocionante correr a SSilvestre.
    Abraços Pernambucanos,
    Júlio Cordeiro

    ResponderExcluir
  18. Pois então... se arrependimento matasse, eu tava morto. Hahaha... eu não pude "abandonar" meus companheiros de equipe e de viagem ali no almoço do dia 31, e acabei não conhecendo vocês...

    Mas em compensação, foi uma experiência sem tamanho a q eu vivi lá em São Paulo. Daquelas para se guardar para a vida toda...

    Um grande abração

    ResponderExcluir
  19. Hoffmann,
    Fantastico e emocionannte seu relato!
    Um grande abraço
    Harry

    ResponderExcluir
  20. Xará, que sanduba é esse...rsss
    Parabéns por mais essa conquista, show de bola a chegada filmada por vc, marcada para resto da vida. Agora que camisa linda, onde vc conseguiu, rssss... Arariboiaaa...
    Valeu amigão... que venha o Desafio do Cristo...

    ResponderExcluir
  21. João, mais um de Portugal para lotar o avião para SP. Anime!!

    Júlio, sua participação foi fantástica. Que tempo! Vc pode dizer que fez a maratona de SS, pois ainda chegar a Recife antes da virada é maratona pura!! Pena não ter ficado mais no restaurante. Fica para próxima.

    Bruno, que pena não ter aparecido. Para a próxima, abandona seus amigos, ou os leva para almoçar! Valeu!!

    Valeu Harry!! Correu ou trabalhou?? Se trabalhou, será que conseguiu me achar?? Abração, e que possamos nos esbarrar mais em 2009.

    Valeu Xará!! O sanduba é isotônico puro. E o desafio será O desafio!!

    ResponderExcluir
  22. Ai, ai... Não tenho como descrever a vontade que tive de estar nesta festa da SS depois de ler seu post!
    Agora, vamos lá: você encarou, sem dó nem piedade, aquela sanduba de mortadela? Guerreiro samurai total!
    Em tempos: feliz 2009!

    ResponderExcluir
  23. Pati, a SS é A festa de encerramento de ano do corredor. Não tem como ficar de fora. Agende-se para a próxima. Como sou Padawan, encarei somente metade do sanduba. Um ótimo 2009 pra vc tb.

    ResponderExcluir
  24. Ahhhhhh faço minhas as palavras do Namiuti...lendo seu relato se o tempo pudesse voltar com certeza não teria medo de correr com aquele povão.
    Parabéns e um 2009 de muita paz,saúde e bons kms.

    Abraços,Fabi

    ResponderExcluir
  25. Olá Fabiana! Que pena não correu dessa vez! Perdeu a festa tb. Fica para a próxima, e não saia da festa antes de cortarem o bolo. Feliz 2009!!

    ResponderExcluir
  26. Ricardo, muito emocionante e preciso o seu relato. Agora tenho 1 ano pra convencer a minha esposa a ficar em SP no Ano Novo para que eu possa correr. Outra alternativa é manda-la na frente e eu viajar depois da corrida ... o fato é que dificilmente não participarei da edição 2009 depois deste relato/vídeo.
    PARABÉNS!
    Abraços,
    Leandro.
    http://corromesmo.blogspot.com

    ResponderExcluir
  27. É isso ai Leandro, não dá para ficar de fora. O trânsito é bem tranquilo, dá para vc chegar na boa antes da virada. Mas o maneiro seria sua esposa ficar para acompanhar a festa tb. As crianças vão adorar, pois são muitos fantasiados. abraços

    ResponderExcluir
  28. Parabéns !!! Que história !!!
    O vídeo do Paulo ficou dez.
    E o sanduba de mortadela é o que há. Mortadela Ceratti na veia. Muito boa!!!

    ResponderExcluir
  29. Valeu Xampa. O video foi de minha máquina, eu e o Paulo corremos com máquina e filmamos o final. No blog da Mayumi você confere os dois videos. São duas variações de um mesmo tema.

    ResponderExcluir
  30. Hoffmann;
    O pessoal já disse tudo aí em cima.
    Seu relato é simplesmente maravilhoso.
    Se a intenção era de fazermos a corrida junto com você, Parabéns ! conseguiu.
    Abraço.

    ResponderExcluir
  31. Obrigado Maurão. Pelo menos assim você participou virtualmente da SS. Abração

    ResponderExcluir

Obrigado por deixar aqui seu comentário. Boas corridas!!