quarta-feira, 16 de novembro de 2011

O Colecionador

Já colecionei muitas coisas nessa vida.

Com os quilômetros corridos, vamos abrindo mão do apego às coisas materiais...afinal, deixaremos tudo aqui na terra.

Contudo, hoje ainda coleciono duas coisas:

- imãs de geladeiras: dos lugares que visito, e também dos lugares que os amigos visitam,  e que sempre peço para trazerem um imã para mim, caso ainda não tenha um exemplar da localidade visitada. Mayumi, Miguel, Marildo, Marcelle (um salve para os que começam com M! Falta Marinês e Meire nessa lista) e tantos outros amigos que enchem minha geladeira de vida.

- livros ruins: adoro ler, e quando termino um bom livro, passo-o logo adiante. Se me fez bem, torço para que também o faça a outras pessoas. Não faz sentido ficar com um tesouro absorvendo poeira na estante, se dificilmente irei lê-lo novamente. Daí, ele poderá levar a felicidade para outras pessoas. Os ruins, eu guardo. Ao ler um bom livro, já penso em quem poderei presentear.

E com a ideia genial do Miguel de colocar os livros para correr, irei usar este espaço para colocar uns exemplares para rodar. Como viajo pouco, meu aeroporto será também esse blog.

Aguardem que vem coisa boa por ai.

O poeta Moa coleciona benquerenças, um dia chegaremos lá. São de sua autoria os versinhos abaixo:


Pra ver o mundo de cima,
da memória não me sai,
torre alguma se aproxima
do cangote de meu pai.

12 comentários:

  1. Mari Sereia Baleias Recife16 de novembro de 2011 16:56

    Oi Dom, tão biitinho tu colecionando imãs de geladeira, se soubesse já estaria nessa lista há tempo pois é o que mais vejo nas lojas de souvenirs mundo afora, pode deixar que da próxima não esquecerei viu? Uma pena vc. não ir a Curitiba conosco sentiremos sua falta mas felizmente Pampulha se aproxima né, então até lá........

    bjão.

    ResponderExcluir
  2. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  3. Ricardo,
    Não coleciona nada. Jogo fora tudo! Quase tudo...
    Tenho na minha sala 14 sapinhos de porcelana, mas não coleciono sapos. É que eu só coloco na prateleira o que acho bonito e simpático. É muito pessoal.
    Tenho a impressão que você terá que comprar outra geladeira, pois os amigos sempre lembrarão de você e desse post quando estiverem correndo pelo mundo.
    Adorei o "versinho", lindo de morrer!
    Abração!
    Gilmar

    ResponderExcluir
  4. oi!

    versos com aroma de felicidade inocente, felicidade desprendida, livre e leve... tão bom!

    eu coleciono os brinquedos de meus filhos... como se assim pudesse guardar comigo ainda mais as lembranças, e torná-las ainda mais vivas... como se assim pudesse eternizar a infância...

    tenho um ímã de Assunção pra você;)
    e os meus livros... ai, os meus livros! que apego é este que tenho por eles... não, não tem justificativa... mas não consigo me desfazer de Virgínia Woolf, de Fernando Pessoa, de Clarice Lispector... um dia, talvez... mas não agora...

    no entanto, sou umas das beneficiadas com seu desprendimento e generosidade! e só posso agradecer! o Semente da Vitória, que ainda estou relendo, me fez repensar muitas coisas em minha vida, e não apenas como corredora...

    obrigada!!!

    aguardo as novidades, viu;)

    bjs

    ResponderExcluir
  5. Ricardo, aprovado!!!
    Faço isso com os meus também.
    Livro em instante é um belo crime.
    Tb estou com uns cd´s em casa sobrando, já me desfiz de uns, mas uns poucos estão por lá. Tá afim? Vc leva de grátis.

    ResponderExcluir
  6. Ricardo, é, eu ainda guardo meus livros, muitos na estante, mas aos poucos estou me convencendo de que eles têm que rodar por aí, não sei ainda como, mas vou fazê-lo. Ainda guardo também as medalhas das corridas, mas só olho para elas no dia em que recebo, depois esqueço, li num blog que um corredor entrega suas medalhas em hospitais infantis, coloca no peito das crianças, a luta delas é bem maior, penso nisso. Nos vemos em BH, um abraço.

    ResponderExcluir
  7. Oi Hoffmann,
    sou professora e adoro ler, tento incentivar meus alunos a lerem e disponibilizo meus livros. Poucos, muito poucos, são aqueles que aceitam e lêem.
    Preciso doar alguns livros, pois as estantes estão cheias. Me disponho a fazer uma lista deles e te mandar, para oferecermos a quem gosta de ler. Que tal?
    Abç

    ResponderExcluir
  8. Cara,

    Aionda não tenho este desprendimento. Guardo todos os livros que compro, porque gosto de reler as obras de vez em quando. Tenho livro que já li mais de 5 vezes...

    Quem sabe um dia eu trabalhe este meu defeito e passa meus livros adiante...

    Abs

    Fábio
    www.42afrente@blogspot.com

    ResponderExcluir
  9. Ricardo querido....

    Se tivesse falado antes com certeza teria providenciado alguns prá vc... Fica a promessa de trazer imãs da África em 2012 ok.... Tenho certeza que vc ainda não tem.kkkkk
    Minha coleção nesse momento são por todas minhas medalhas. Criei uns suportes prá parede e estão todas dependuradas na parede do meu quarto desde que comecei a correr. Sempre que deito e perco o sono eu fico admirando e lembrando de tudo o que vivi em cada uma das provas...

    Bjks

    Meire/Baleias - BH/MG

    ResponderExcluir
  10. Boa Xará... tenho alguns livros bons aqui, posso emprestar mais esses quero de volta.
    Vem quebra de record neste fim de semana em RB.
    Abs...
    A. Ricardo

    ResponderExcluir
  11. É "VAMOS QUEBRAR UM.." e não "Vem quebra de.."
    Abs
    A. Ricardo

    ResponderExcluir
  12. As coisas que me fazem bem eu costumo guardar...livros principalmente. Também gosto de imãs estive em Floripa neste feriado e comprei alguns. Se eu encontrar alguma coisa diferente aqui em SP mando pra você.

    Fabi =)

    ResponderExcluir

Obrigado por deixar aqui seu comentário. Boas corridas!!